quinta-feira, 18 de novembro de 2021

LIVRO - VALONGO NA PRIMEIRA REPÚBLICA

 


LIVRO: Valongo na Primeira República;
AUTOR: Manuel Augusto Dias;
EDIÇÃO: Câmara Municipal de Valongo, Novembro de 2021.

Manuel Augusto Dias, natural de Ansião, licenciado em História pela FLUC e Mestre em História das Instituições e da Cultura Moderna e Contemporânea (Univ. do Minho), docente do ensino secundário, distinto investigador e jornalista, lançou a sua última obra – Valongo na Primeira República.

Este estimado livro, promovido pela Câmara Municipal de Valongo, “relata os acontecimentos políticos e sociais que marcaram o concelho de Valongo, por altura da implantação da República”. Manuel Augusto Dias recorda, ao longo de quinze capítulos, “entre outros factos históricos, o momento da implantação da República no Concelho de Valongo”, bem como destaca o importante papel de Ermesinde nesta implantação, “não só porque aqui estava sediado o único centro republicano do concelho, mas igualmente porque era terra onde vivia Maia Aguiar, que na voz do autor foi uma figura central da proclamação da República em Valongo”.

Dá conta das principais personagens desse período e, ainda, enaltece o “progresso e prosperidade que o concelho conheceu no período da 1.ª República”, da sua “industrialização”, cabendo também aqui, a “Ermesinde mais uma vez um papel de relevo no livro, com a memória da Fábrica da Cerâmica e da Fábrica de Tecidos de Sá, duas das maiores indústrias do concelho criadas na 1.ª República”.

Uma peça bibliográfica da história republicana regional importante e que importa conhecer.

J.M.M.

Sem comentários: