sexta-feira, 29 de abril de 2011

COLÓQUIO - SANTOS ROCHA, A ARQUEOLOGIA E A SOCIEDADE DO SEU TEMPO


COLÓQUIO: "Santos Rocha, a Arqueologia e a Sociedade do seu Tempo";
DIA: 6 de Maio;
LOCAL: Auditório do Museu Municipal Santos Rocha (Figueira da Foz);
INSCRIÇÃO: Museu Municipal Santos Rocha.

NOTA: "António dos Santos Rocha nasce a 30 de Abril de 1853, na Figueira da Foz.

Em 1875 concluiu o bacharelato de Direito na Universidade de Coimbra. Contudo, e apesar de exercer advocacia [em Lisboa e Figueira da Foz], cedo revela grande interesse pela investigação arqueológica. No campo da arqueologia, foi à estação de Santa Olaia que mais se dedicou e que lhe permitiu teorizar, estabelecendo com os seus achados alguns caminhos inéditos ou ainda muito obscuros na investigação arqueológica daquela época. A 6 de Maio de 1894, é inaugurado o Museu Municipal da Figueira da Foz, cuja criação se deve à acção de um grupo de intelectuais figueirenses, à frente dos quais sobressai a figura de Santos Rocha, desde logo indigitado como seu primeiro director.

Em 1898 organiza, com alguns companheiros a Sociedade Arqueológica da Figueira, de que é, aliás, eleito presidente. António dos Santos Rocha faleceu na sua cidade natal em 28 de Março de 1910
" [ler AQUI]

[foi Provedor da Misericórdia (1876-81); Presidente da Câmara (1877-1880 e 1902-04), presidiu à Associação Comercial e foi director do jornal "Correspondência da Figueira"; foi sócio do Instituto de Coimbra, da Sociedade Carlos Ribeiro (Porto) e membro honorário da Real Associação dos Arquitectos Civis e Arqueólogos Portugueses; foi maçon da Loja Fraternidade Universal (1874-1876), nº 89 do Rito Francês, da Figueira da Foz].

J.M.M.

Sem comentários: