domingo, 6 de novembro de 2011

5º ANIVERSÁRIO DO ALMANAQUE REPUBLICANO


Trilhados que foram 5 anos de trabalho, o Almanaque Republicano, continua na sua senda de descobrir, clarificar e desenvolver algum trabalho em prol da ideia de Res Publica, sobretudo na sua dimensão histórico-cultural.

A alma republicana não pode ser baseada em conjunturas e pessoas efémeras, procura reforçar o papel das ideias duradouras e daqueles que souberam e sabem construir políticas sérias, que afirmam valores perenes, salvaguardam e promovem a cidadania ativa, para um futuro que se quer melhor.

Neste devir constante do tempo, ultrapassamos recentemente os 200 000 visitantes e atingimos 335 000 visualizações de páginas, segundo o contador que usamos desde o início. Noutros a contabilização até nos é mais favorável.

Publicamos ao longo deste tempo 1644 artigos. Desses 177 dedicados a biografias, 166 sobre livros, divulgamos 97 colóquios, 80 sobre a Maçonaria, 73 sobre periódicos, 70 exposições, 68 conferências, 43 artigos de efemérides, outros tantos sobre revistas, bem como sobre imprensa republicana, 33 sobre o Estado Novo, 24 sobre congressos, 20 In Memoriam entre muitos outros assuntos.

Temos conhecimento de que o trabalho desenvolvido é acompanhado com algum interesse. Embora muitas vezes não citando, encontramos referências a aspetos que temos desenvolvido neste nosso espaço, que visa ser de alguma utilidade a todos os interessados. Mesmo a nível universitário, encontramos muitos visitantes, alguns acompanham o nosso esforço de divulgação do que se vai fazendo ao nível da historiografia contemporânea de Portugal e, com particular incidência, no período da República.

Nos tempos mais recentes, cerca de dois anos, passamos também a utilizar a nossa página no Facebook, onde se divulgam, por vezes, com maior celeridade alguns eventos. No entanto, os trabalhos de fundo, mais extensos, são sempre através deste espaço de livre acesso e consulta por todos.

Novos projetos nos aguardam nos próximos tempos. Dentro em breve iniciaremos a abordagem de Portugal na I Guerra Mundial, lembrando alguns dos protagonistas mais ou menos conhecidos, dos memorialistas que escreveram sobre o período de 1916-1918 e dos eventos associados a esta efeméride.

As disponibilidades dos fautores deste projeto são limitadas, mas ainda mantêm a vontade de erguer este projeto e continuar com um trabalho que muitos poderão considerar em vão, porque não se retira qualquer tipo de lucro, apenas algum prazer.
Esperamos somente que este prazer continue a ser acompanhado por alguns amigos neste percurso, por vezes tão solitário e pouco reconhecido.

A todos bem-haja pela visita.

Saúde e Fraternidade!
A.A.B.M.
J.M.M.

4 comentários:

Manuel disse...

Saudações cordiais! Um apertado abraço de felicitações e de gratidão pelo vosso trabalho!
Manuel Machado Sá Marques

República em Mortágua disse...

Parabéns pelo vosso trabalho de grande qualidade e interesse.

Jorge L. disse...

Parabéns pelo bom trabalho, e desejos de boa continuação. Fico a aguardar com muito interesse os artigos sobre a participação de Portugal na Grande Guerra.

Aires B. Henriques disse...

Parabéns pelo vosso excelente trabalho. Justifica-se que continue para além do Centenário, pois trás o contributo de quantos amam a cultura e gostam de trocar experiência e conhecimento...